Izabel Montenegro protesta contra porcentagem de impostos recebida por Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 03/04/2018 13h24, última modificação 03/04/2018 13h24
Os municípios brasileiros só recebem 15 % dos impostos arrecadados. Para Izabel, o montante não é suficiente para atender a necessidade do cidadão.
Izabel Montenegro protesta contra porcentagem de impostos recebida por Mossoró

Izabel Montenegro discursa durante a sessão desta terça-feira

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereadora Izabel Montenegro (MDB), utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, na sessão dessa terça-feira (03), para protestar contra a porcentagem da arrecadação dos impostos que é destinada aos municípios brasileiros.

A parlamentar apontou a desigual distribuição de renda entre federação, estados e municípios como uma das principais causas da crise financeira enfrentadas pelos Poderes Executivos Municipais.

“Os municípios recebem apenas 15% do montante arrecadado. Associações dos prefeitos e vereadores cobram um repasse maior para atender as necessidades dos cidadãos dos municípios brasileiros. Como está hoje, a arrecadação não suporta as despesas”, argumentou.

A vereadora destacou ainda que, apesar das dificuldades, uma das obrigações mais importantes está sendo mantida. “O pagamento da folha do servidor público é uma obrigação essencial de qualquer governo. Além de movimentar a economia, não deixa famílias desamparadas. E a Prefeitura de Mossoró está honrando com esse débito, ao contrário de muitas prefeituras e até do Governo do Estado do Rio Grande do Norte”, destacou.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.