Sandra defende união por autonomia da Uern

por Amanda Santana Balbi publicado 31/08/2017 09h03, última modificação 31/08/2017 09h03
Ao registrar, na sessão de hoje (30) da Câmara Municipal, a conclusão da minuta da autonomia financeira da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), a vereadora Sandra Rosado (PSB) defendeu união política para conseguir, do Governo do Estado, o envio do Projeto de Lei à Assembleia Legislativa.
Sandra defende união por autonomia da Uern

Foto: Edilberto Barros

Ao registrar, na sessão de hoje (30) da Câmara Municipal, a conclusão da minuta da autonomia financeira da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), a vereadora Sandra Rosado (PSB) defendeu união política para conseguir, do Governo do Estado, o envio do Projeto de Lei à Assembleia Legislativa.

“A comunidade acadêmica está de parabéns pela aprovação da minuta nos conselhos da Uern, nesta terça-feira. Agora, Mossoró e os demais municípios beneficiados pela universidade precisam se unir e pressionar para que o Governo concretize a autonomia financeira, que é fundamental para a instituição”, conclamou.

Conforme aprovado pelo Conselho Universitário e pelo Conselho Diretivo da Uern, o esboço do projeto prevê repasse de duodécimo mensal à universidade, vinculado à receita líquida do Estado, começando com 3,79% em 2018, e aumentando gradativamente ano a ano até 2024, quando deverá chegar a 5,74%.

Sandra Rosado considera esse mecanismo necessário, porque, segundo ela, o montante previsto no orçamento anual do Estado para a Uern nunca é executado. “Essa fórmula se mostra exaurida e limita custeio e investimentos da universidade” observa a vereadora, membro da Frente Parlamentar em Defesa da Uern.

Assessoria de Imprensa vereadora Sandra Rosado 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.