Câmara debate situação dos portadores de HIV em Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 24/08/2017 13h07, última modificação 24/08/2017 13h07
A iniciativa da audiência partiu da vereadora Isolda Dantas (PT) e tem como objetivo buscar soluções para as dificuldades que os portadores da doença estão sofrendo em virtude da crise financeira e política que atinge o país.
Câmara debate situação dos portadores de HIV em Mossoró

Foto: Edilberto Barros

A Câmara Municipal de Mossoró realizou audiência pública, na manhã desta quinta-feira (24), sobre “O direito à saúde de pessoas portadoras de HIV”. A iniciativa da audiência partiu da vereadora Isolda Dantas (PT) e tem como objetivo buscar soluções para as dificuldades que os portadores da doença estão sofrendo em virtude da crise financeira e política que atinge o país. 

O representante estadual da Rede de Pessoas Vivendo com HIV/Aids (RNP+BRASIL), Esdras Rodrigo Rangel, abriu o debate relatando dificuldades enfrentadas pelos portadores. “Falta de material para o teste, atraso na entrega dos medicamentos, burocracia para recebimento de atendimento e outras dificuldades estão sendo enfrentadas atualmente.”, relatou. Esdras sugeriu a criação do Dezembro Vermelho no município para ser utilizado como um mês de conscientização da população sobre o tema.

A promotora Flavia Queiroz da Silva, que representou o Ministério Público de Mossoró e Tales Freitas, advogado representante da OAB/Mossoró citaram leis que garantem direitos aos portadores. “A Lei 9.313/1996 dispõe sobre a distribuição gratuita do medicamento para pessoas com HIV. A responsabilidade de garantir essa distribuição é dos gestores do SUS. Outra lei importante é a Lei 12.984/2014, que define o crime de descriminação de pessoas convivendo com HIV/ AIDS.”, relatou Tales. Tanto o Ministério Público como a OAB/Mossoró se colocaram à disposição caso ocorram problemas no cumprimento destas leis e na garantia de outros direitos do cidadão portador de HIV/Aids.

Manuel Carlos Braga, diretor adjunto do departamento nacional do IST/Aids e Hepatite Viral disse que problemas de logística podem acontecer, porém não há falta de medicamento. “Problemas ocorrem, mas não está faltando medicamento. Garantimos que faremos os esforços necessários para que não venha a ocorrer.”.

Vereadores

Os vereadores se mostraram solidários à causa e se comprometeram a buscar políticas públicas para a saúde do Município. Além de Isolda Dantas (PT), participaram da audiência os vereadores Raério Araújo (PRB), Ozaniel Mesquita (PR), Francisco Carlos (PP), Alex do Frango (PMB) e Genilson Alves (PMN). Após a audiência um documento com reivindicações e soluções para os problemas apresentados foi preparado para ser encaminhado às autoridades competentes.

Rebpash
Rebpash disse:
03/06/2019 15h40
Online Viagra Cialis Kaufen Switching From Prednisone To Cortef <a href=http://tadalafonline.com>canadian cialis</a> Dangers Of Amoxicillin Fluoxetine 20mg On Sale Visa Accepted Low Price
Ellwhopsy
Ellwhopsy disse:
06/06/2019 14h59
Metformin For Sale Rx Buy Amoxicillin Tablets Forum Cialis En France [url=http://cialusa.com]cialis[/url] Is There Such Thing As Generic Viagra Trihexyphenidyl Viagra A Los 17 Anos
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.