Mossoró supera média nacional em mulheres no Parlamento

por Amanda Santana Balbi publicado 24/03/2017 10h12, última modificação 24/03/2017 10h12
A presença de mulheres no Parlamento em Mossoró é maior do que a média nacional. Se elas ocupam 13,51% das vagas nas Câmaras Municipais do Brasil, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), essa proporção é de 23,8% em Mossoró.

A presença de mulheres no Parlamento em Mossoró é maior do que a média nacional. Se elas ocupam 13,51% das vagas nas Câmaras Municipais do Brasil, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), essa proporção é de 23,8% em Mossoró. Os números foram apresentados pela vereadora Sandra Rosado (PSB), na sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, nesta quinta-feira, na Câmara Municipal de Mossoró.

Discursando na solenidade em nome do Poder Legislativo Municipal, a parlamentar destacou que a presença feminina em Mossoró é ainda mais significativa, se comparada com o Congresso Nacional. Enquanto 23,8% das vagas na Câmara Municipal são de mulheres, esse percentual é de 10,7% na Câmara dos Deputados e 14,8% no Senado.

“Nas eleições de 2016, a proporção de vereadoras no Brasil aumentou em relação a 2012 ínfimos 0,18% (13,33% para 13,51%). Mas, em Mossoró, esse crescimento foi de 150%. Éramos duas, e hoje somos cinco”, enalteceu, referindo-se e parabenizando as colegas Izabel Montenegro (PMDB), Aline Couto (PHS), Isolda Dantas (PT) e Maria das Malhas (PSD).

Protagonismo

Como outro exemplo da força feminina na política, Sandra destacou Rosalba Ciarlini na Prefeitura, Nayara Gadelha na Vice-Prefeitura e Izabel Montenegro na Presidência da Câmara. E ressaltou o histórico de pioneirismo em Mossoró, personificado em Celina Guimarães Viana (primeira brasileira a fazer o alistamento eleitoral, em 1927) e Heloisa Leão de Moura – a primeira mulher eleita vereadora em Mossoró, em 1962.

Por outro lado, no ano em que se comemora 85 anos da conquista do direito do voto feminino, Sandra Rosado frisou que o desempenho de Mossoró não é motivo de acomodação, mas de estímulo à atuação da mulher politicamente. “Merecemos e podemos fazer muito mais na política. Pois quem perde com a baixa participação feminina não são somente as mulheres. Perdem os homens, perde a política, perde a nação”, assinalou.

Homenagem

A sessão solene em homenagem à mulher outorgou medalhas, troféus e diplomas para 21 mulheres, em reconhecimento ao trabalho delas em diversos setores de Mossoró. A vereadora Sandra homenageou a médica Carol Diógenes, com a Medalha do Mérito da Saúde, pela atuação na área de mastologia, sobretudo, no tratamento do câncer de mama.

Assessoria de Comunicação vereadora Sandra Rosado

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.