‘Mossoró para Cristo’ é reconhecido como patrimônio imaterial

por Regy Carte publicado 25/10/2018 13h15, última modificação 25/10/2018 17h35
Projeto, de autoria da vereadora Aline Couto, foi aprovado nesta quarta-feira
‘Mossoró para Cristo’ é reconhecido como patrimônio imaterial

Vereadora Aline Couto: reconhecimento do Mossoró para Cristo (foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou, nesta quarta-feira (24), reconhecimento do evento religioso Mossoró para Cristo como patrimônio imaterial do município. A matéria (PLOL 180/18) é de iniciativa da vereadora Aline Couto e foi enviada para sanção do Executivo.

Realizada anualmente pela igreja Assembleia de Deus, a cruzada Mossoró para Cristo mobiliza fiéis em estudos sobre a Bíblia, ações sociais e outras atividades, com objetivo de fortalecer a missão espiritual na cidade e na zona rural do município.

“Este ano, por exemplo, na 24ª edição do Mossoró para Cristo, mais de 200 pessoas aceitaram Jesus, o que reitera o sucesso e a importância do evento religioso, pelo qual estão de parabéns o pastor Francisco Miranda e demais envolvidos”, destaca.

Segundo a vereadora, o evento é consolidado no calendário oficial da Assembleia de Deus em Mossoró, mobiliza milhares de pessoas e, portanto, merece o reconhecimento como patrimônio imaterial de Mossoró. “Esperamos que seja sancionado”, defende.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.