Aline Couto confirma retomada do projeto Câmara Mirim

por Amanda Santana Balbi publicado 27/03/2018 12h24, última modificação 27/03/2018 12h24
Proposta acontece em parceria com escolas públicas e privadas
Aline Couto confirma retomada do projeto Câmara Mirim

De acordo com Aline Couto, o calendário oficial será divulgado após a Semana Santa, quando a primeira escola contemplada em 2018 será confirmada juntamente com a data da sessão.

Confirmada retomada do projeto Câmara Mirim, desenvolvido pela Câmara Municipal de Mossoró, em parceria com escolas públicas (das redes municipal e estadual) e privadas. A informação é da vereadora Aline Couto (PHS), que terá a missão de coordenar o projeto em 2018, substituindo seu colega Petras Vinícius (DEM), que esteve afrente dos trabalhos em 2017.

De acordo com Aline Couto, o calendário oficial será divulgado após a Semana Santa, quando a primeira escola contemplada em 2018 será confirmada juntamente com a data da sessão.

A Câmara Mirim é toda ela desenvolvida por alunos selecionados na própria escola, que se reúnem no plenário do legislativo municipal, desenvolvendo todas as ações pertinentes aos vereadores.

Pleitos

Graças aos contatos mantidos nas escolas, Aline Couto tomou conhecimento de algumas deficiências, por exemplo, no fornecimento de merenda escolar na rede estadual. “Soma-se a esse problema a falta de professores. Hoje Mossoró enfrenta, na rede pública estadual, a falta de professores de Ciência e Matemática. Por isso peço aos colegas vereadores que possuem afinidades com o governador Robinson Farias que levem nosso pleito e que a questão seja resolvida e os alunos retomem ou iniciem as aulas das disciplinas já mencionadas”, reivindicou a vereadora.

Em relação ao município, Aline lembrou o problema do saneamento básico já comentado na Câmara, que atinge a Escola Municipal Justiniano de Melo, no bairro Belo Horizonte.

Informou que foi providenciada uma limpeza no esgoto, porém apenas como paliativo. “Hoje a boa notícia que trago é que a bacia elevatória do BH será construída”, informou Aline.

Segundo a vereadora, a garantia lhe foi dada pela secretária de infraestrutura da prefeitura Kátia Pinto e do diretor regional da Caern, Márcio Bruno.

“Esse é um pleito não apenas meu, pois estivemos no local ao lado de outros vereadores, inclusive da oposição como foi o caso de Isolda (PT) e agora esperamos por uma solução definitiva, como vem sendo anunciado”, concluiu.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.