Francisco Carlos enaltece iniciativa da bancada federal em favor da Uern

por Amanda Santana Balbi publicado 09/04/2019 12h37, última modificação 09/04/2019 12h37
Vereador faz destaque especial à postura do deputado Beto Rosado
Francisco Carlos enaltece iniciativa da bancada federal em favor da Uern

Foto: Edilberto Barros

A cobrança deve existir e o reconhecimento precisa acontecer quando o benefício chega. Em resumo, essa foi a postura adotada pelo vereador Professor Francisco Carlos (PP), ao relatar a iniciativa da bancada federal do Rio Grande do Norte em favor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern). Em valores oriundos de emendas parlamentares, foi destinado inicialmente R$ 20 milhões em favor da instituição, valores do Orçamento da União e que, ao final, ficou em R$ 17 milhões.

Por ser um momento histórico, o vereador propôs um voto de aplauso para os parlamentares, aprovado por unanimidade. “Nunca antes na história do RN, existiu essa iniciativa em favor da Uern. Inicialmente no montante de R$ 20 milhões, reduzido em 15% por decisão do Governo Federal, mas, mesmo assim, não deixa de ser histórica a posição da bancada federal, que priorizou em suas emendas os setores de saúde, educação e segurança, com destaque para a Uern”, reforçou.

No entendimento do vereador Francisco Carlos, se esse exemplo de hoje for seguido nos próximos anos, a atual bancada federal estará registrando seu nome de forma indelével como aquela que mais colaborou com a universidade.

“Acredito até que tudo isso seja fruto, também, da Frente em Defesa da Uern, criada na Câmara Municipal de Mossoró, com apoio de outras câmaras, prefeituras, entidades de classe e igrejas da região”, lembrou o professor. Isso posto, o vereador estendeu a homenagem inicialmente prestada a bancada nacional, a todos os envolvidos na Frente em 2018 que tinha como lema “Eu voto em quem apoia a Uern”.

Alerta

Apesar de tudo que já foi feito, o vereador Francisco Carlos disse que é preciso ficar em alerta. Além dos 15% que já foi retirado do valor inicial, existem pressões, que ele considera legítima, para que se diminua mais um pouco, desviando para outros setores. O vereador entende que as demandas do estado são muitas, porém é preciso assegurar o montante destinado para a universidade.

Apoio

 Ainda sobre a diminuição do valor inicial da transferência, o vereador Francisco Carlos fez questão de fazer um destaque em sua fala. Lembrou do apoio recebido do deputado federal Beto Rosado. “Desde o primeiro momento, além de assinar suas emendas em favor da Uern, o parlamentar mossoroense se posicionou abertamente contrário a retirada das 15 por cento”, explicou o edil, dizendo que era necessário fazer esse registro pela postura corajosa do parlamentar. Postura essa, reforçou, em favor da Uern e do Rio Grande do Norte, já que a universidade se faz presente em diferentes regiões.

 

Por Sérgio Oliveira – Diretoria de Comunicação. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.