Fundadora da Casa Âncora agradece reconhecimento da Câmara

por Amanda Santana Balbi publicado 27/11/2019 13h56, última modificação 27/11/2019 13h56
Câmara concedeu título de reconhecimento à instituição
Fundadora da Casa Âncora agradece reconhecimento da Câmara

Ângela Maria de Souza, fundadora da Casa Âncora. Foto: Edilberto Barros

A fundadora da instituição Casa Âncora, Ângela Maria de Souza, utilizou a Tribuna Popular desta quarta-feira (27) para agradecer o apoio da Câmara Municipal de Mossoró ao reconhecer a instituição como projeto de interesse social na cidade. A Casa Âncora, que acolhe moradores de rua e pessoas em situação de risco, desempenha um importante papel social na cidade.

 O projeto possui duas casas, a Casa masculina está localizada no bairro Alto da Pelonha e hoje abriga 20 homens. Já a Casa feminina, localizada no bairro Rincão, abriga 15 mulheres. A instituição atende ainda outras pessoas que não residem nestas casas.

Para Ângela, o reconhecimento da Câmara foi essencial para divulgar a instituição. “O título de utilidade pública, que veio através dos vereadores, exalta nossa instituição perante a sociedade”, afirmou.  

Livro

 Com o objetivo de contar a história da criação da Casa Âncora e a luta dela para manter a instituição, Ângela escreveu o livro intitulado “Uma mulher chamada âncora”. “Sou missionária, mãe, avó e dedico minha vida a causas humanitárias. Enfrentei muitas dificuldades na vida, mas não desisti dos meus projetos. Espero que a minha história inspire outras pessoas”, finalizou.