Izabel diz que 2018 foi produtivo e reforça posição sobre verba

por Regy Carte publicado 12/12/2018 13h18, última modificação 12/12/2018 13h18
Presidente diz que vai aguardar posicionamento do Tribunal de Contas do Estado
Izabel diz que 2018 foi produtivo e reforça posição sobre verba

Presidente Izabel em discurso na tribuna, nesta quarta-feira (foto: Edilberto Barros)

Com a chegada do período do recesso legislativo, a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB), avalia como positiva a produção dos trabalhos da casa legislativa. A vereadora fez questão de enaltecer o esforço de todos os edis no sentido de discutir e aprovar propostas favoráveis ao desenvolvimento da cidade. Por fim, acrescentou que espera um 2019 também com desafios em favor de Mossoró.

Outra questão levantada pela presidente do legislativo mossoroense diz respeito à votação que restabelece a verba indenizatória para despesas de gabinete dos senhores vereadores. “Nesse sentido, nós iremos na sexta-feira a Natal protocolar a nova lei e aguardar por um posicionamento oficial do Tribunal de Contas do Estado (TCE), principalmente no que diz respeito ao impacto financeiro que será gerado”, explicou.

Izabel lembrou que não se sustenta a tese de que o tribunal não tem poder para avaliar as ações da classe política, pois depõe contra essa posição o fato de vários filiados do seu partido terem recuado em suas candidaturas a cargos eletivos por conta de decisões dos tribunais, além de outros políticos que estão inelegíveis. Lembrou que ainda existe uma medida cautelar do TCE, suspendendo a verba de gabinete em Mossoró, embora algumas cidades já tenham recebido autorização para o seu retorno.

Em atitude que mostra sua total atenção às orientações legais, a vereadora Izabel Montenegro lembrou que é a primeira presidente da Câmara Municipal de Mossoró que não recebe a gratificação pelo cargo. “Mesmo existindo amparo legal nesse caso, nós abrimos mão”, disse Izabel para, em seguida, concluir seu pronunciamento, afirmando que, se existiu açodamento nas discussões com algum colega vereador, não foi essa a sua intenção, já que pretende apenas cumprir aquilo que foi determinado ou recomendado.

 

Por Sérgio Oliveira – Comunicação CMM

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.