Izabel Montenegro lamenta excesso em manifestação

por Regy Carte publicado 05/02/2020 13h22, última modificação 05/02/2020 13h22
Presidente diz que Casa é do povo, mas possui regras
Izabel Montenegro lamenta excesso em manifestação

Presidente Izabel Montenegro em discurso nesta quarta-feira, 5 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na sessão desta quarta-feira (5), a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB), disse que a Casa está aberta aos movimentos sociais, mas que o Regimento Interno impõe normas de conduta aos visitantes e que precisa ser respeitado.

A vereadora se referiu protesto, ontem (4), na apresentação da mensagem anual do Executivo, quando manifestantes em defesa da causa animal interromperam a leitura da prefeita Rosalba Ciarlini, com palavras de ordem, gritos e até agressões verbais, disparadas das galerias.

Izabel avaliou que existiu excesso no protesto. “O que houve ontem foi vergonhoso, uma falta de educação, um desrespeito. Ninguém merece ser tratado daquela forma, ser chamado de ladra, mentirosa. Tem que ter ordem nesta Casa, sim, e respeito às normas do Parlamento”, assinalou.

Regras

Izabel Montenegro informou que artigo 26 do Regimento Interno estabelece acesso ao plenário a qualquer pessoa, desde que “não se manifeste desrespeitosa ou excessivamente; respeite os vereadores; atenda às determinações da Presidência”, entre outras normas.

“A Casa Legislativa é do povo, mas tem regras. No Congresso Nacional, por exemplo, o visitante passa por triagem, com detector de metal, revista, não entra todo o mundo”, acrescentou a vereadora, ao lamentar que a causa animal tenha sido usada com interesses políticos partidários.

“É sempre assim: próximo ao eleitoral, já no ano anterior, já começa a baixaria, alguns têm como única tática denigrir a imagem da Casa e dos vereadores. Quem faz isso é que não tem proposta nem retórica. Exijo respeito, e não podemos aceitar esse tipo de balbúrdia”, concluiu.