Ozaniel lamenta Mossoró não ter se preparado para chuvas

por Regy Carte publicado 17/04/2018 12h46, última modificação 17/04/2018 12h46
Vereador diz que período chuvoso é bem vindo, mas que problemas persistem
Ozaniel lamenta Mossoró não ter se preparado para chuvas

Vereador Ozaniel Mesquita na sessão desta terça-feira

As chuvas que banham a cidade do Mossoró nas últimas semanas têm provocado alegria em toda comunidade, principalmente, por representar o fim de um longo período de estiagem. Porém, nem tudo é positivo nesse momento. Foi o que disse no plenário da Câmara Municipal de Mossoró o vereador do PR, Ozaniel Mesquista, ao falar das dificuldades de locomoção nas áreas urbana e rural.

 De acordo com o vereador, apesar dos inúmeros pedidos apresentados por ele e seus pares no plenário da Casa do Povo, a cidade de Mossoró não se preparou para o período chuvoso. “Ao mesmo tempo que a chuva nos traz alegria, também provoca tristeza, com os problemas devido ao acúmulo de lixo no perímetro urbano e a lama nos acessos as comunidades rurais”, denunciou.

 Saúde

 Retomando suas atividades profissionais na condição de servidor público na área da saúde, o vereador Ozaniel, que trabalha no Samu, disse que encontrou um ambiente de queixa por parte da população. Segundo ele, tem faltado medicamentos importantes nas Unidades Básicas de Saúde do município e, no âmbito estadual, as dificuldades giram em torno do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) sempre lotado, faltando até maca para conduzir os pacientes.

Voltando ao cenário municipal, o vereador esteve participando de reunião do Conselho Municipal de Saúde, quando tomou conhecimento do fim do contrato para a realização de cirurgias eletivas. Como profissional da área, ele entende que é importante e urgente a retomada do serviço, e aquelas empresas que não conseguiram cumprir suas metas, sejam impedidas de participar da próxima licitação.

“Inclusive já solicitamos ao secretário de saúde que informe quantas cirurgias foram feitas e quantas deixaram de ser realizadas de novembro de 2017 até esse momento”, acrescentou Ozaniel.


Por Sérgio Oliveira - Redação CMM

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.