Raério chama atenção para Rio Mossoró e Saúde Pública

por Regy Carte publicado 17/04/2018 13h00, última modificação 17/04/2018 13h00
Vereador diz que cheia do rio servir de alerta para problemas do manancial
Raério chama atenção para Rio Mossoró e Saúde Pública

Vereador Raério Araújo na sessão desta terça-feira (17)

O vereador Raério Araújo (PRB) diz que o aumento do nível do Rio Mossoró deve servir de alerta para problemas do manancial, como a poluição e alagamento de comunidades ribeirinhas. O momento, segundo o parlamentar, precisa ser de debate sobre o rio.

“Vemos o lixo correndo no rio, o esgoto e outros problemas, ocupação de regularidade duvidosa das suas margens, resultado do abandono de vários anos. As autoridades públicas nunca priorizaram o rio Mossoró”, disse, em discurso na Câmara, hoje.

Saúde

No mesmo pronunciamento, o vereador apresentou problemas da saúde pública municipal, e exemplificou a demora para a população conseguir exames, como mamografia. “Há demanda alta de consultas, mas não há médico suficiente”, alertou.

Raério acrescentou existir ainda carência no serviço de fisioterapia e insuficiência de medicação nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “E a superlotação no Hospital Regional Tarcísio Maia decorre, em parte, dessa deficiência na atenção básica”, frisou.

Participaram do discurso os vereadores Emílio Ferreira (PSD), Petras Vinícius (DEM), Tony Cabelos (PSD), Didi de Arnor (PRB), Izabel Montenegro (MDB), Ozaniel Mesquita (PR), Alex do Frango (PMB), Isolda Lula Dantas (PT) e Rondinelli Carlos (PMN).

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.