Raério critica gastos em comunicação e descaso com outras áreas

por Sérgio Oliveira publicado 06/11/2019 12h36, última modificação 06/11/2019 12h36
Segundo vereador, Prefeitura abandonou zonas rural e urbana de Mossoró
Raério critica gastos em comunicação e descaso com outras áreas

Vereador Raério na sessão desta quarta-feira, 6 de novembro (foto: Edilberto barrop

Rebatendo críticas lançadas contra o Governo do Estado, o vereador Raério Cabeção (PRB) listou inúmeros problemas existentes no âmbito municipal, enquanto vereadores da base de apoio da prefeita Rosalba Ciarlini resolveram apontar erros da governadora Fátima Bezerra. As questões relacionadas às áreas da agricultura, saúde e educação atingem, afirmou o vereador, a população da área urbana e rural de Mossoró.

Na questão da agricultura, o vereador chegou, inclusive, a isentar qualquer responsabilidade do secretário Jean Carlos que, segundo Raério, não tem autonomia para trabalhar. “O secretário dispõe de R$ 1.888.000, enquanto a assessoria de comunicação recebe R$ 5 milhões e o gabinete da prefeita tem mais R$ 4 milhões tudo para fazer propaganda daquilo que não existe”, explicou Raério.

Na questão da saúde, o vereador denuncia o sucateamento, com a falta de médicos para o atendimento da população e do medicamento para melhor assistência. “Soma-se a essa situação da saúde, o quadro deplorável da educação com escolas caindo o teto e faltando a merenda dos alunos. Então, não tem como criticar o Governo do Estado, é o surjo falando do mal lavado”, reforçou. Raério Cabeção concluiu reafirmando que em Mossoró gasta-se muito com publicidade e esquecem os demais segmentos.