Raério critica retirada de verba de Social para evento

por Regy Carte publicado 17/07/2019 15h43, última modificação 17/07/2019 15h43
Vereador, porém, esclarece não ser contra Festa do Bode
Raério critica retirada de verba de Social para evento

Vereador Raério em pronunciamento na sessão desta quarta-feira, 17 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, nesta quarta-feira (17), o vereador Raério (PRB) criticou a Prefeitura pelo remanejamento de R$ 134 mil da Ação Social para a Festa do Bode. “Não sou contra o evento, mas pela retirada de dinheiro de onde já não existe suficiente”, ressalva.

Ele diz lamentar o Município investir em evento, enquanto falta verba na base, como na Saúde. “No conjunto Abolição IV, por exemplo, o dentista não atende porque não tem material”, denuncia, ao citar esse como exemplo da deficiência da assistência básica de Saúde.

“Muita gente está morrendo no Hospital Regional Tarcísio Maia, mas é porque falta o atendimento na base”, opina, lamentando que em Mossoró, como no restante do país, o cidadão paga imposto alto, mas não recebe a devida contrapartida do Governo em serviços públicos.

Também alerta para mais 100 homicídios em Mossoró, este ano. “Jovens estão sendo abatidos, porque não têm oportunidades”, adverte, ao defender concurso público na Prefeitura como meritocracia. “Quantas empresas terceirizadas e cargos comissionados existem?”, indaga.

No fim do pronunciamento, o vereador ainda lamentou a situação da zona rural, onde algumas comunidades estão intransitáveis, segundo ele. “Estive no Riacho Grande, e de lá não se tem como ir à Serra Mossoró. Sem falar na falta de segurança e muitos outros problemas”, diz Raério.