Rondinelli Carlos defende porte de arma para guarda municipal

por Regy Carte publicado 11/12/2018 11h02, última modificação 11/12/2018 11h02
Tema, segundo ele, precisa ser discutido em prol da segurança
Rondinelli Carlos defende porte de arma para guarda municipal

Vereador Rondinelli Carlos na sessão desta terça-feira, 11. (foto: Edilberto Barros/CMM)

A reivindicação do porte de arma de fogo para Guarda Civil Municipal precisa avançar em Mossoró. A opinião é do vereador Rondinelli Carlos (PMN), externada em pronunciamento hoje (11), na Câmara Municipal. O tema, segundo ele, precisa ser mais amadurecido no contexto da segurança pública local.

Ao apoiar o pleito da categoria, o parlamentar informou ter sido procurado por comissão de guardas civis municipais, que mostraram a necessidade de trazer o tema de volta à tona.

Ele informa que o porte é previsto em lei federal, no Estatuto Geral dos Guardas Municipais, e lembra que Mossoró, em 2018, registrou mais de 200 assassinatos.

“A Guarda Civil protege o patrimônio público do município, e não podemos permitir que esses e homens e mulheres valorosos e valorosas possam competir com crime organizado, que utilizam armas de grosso calibre. Precisam do mínimo de segurança possível, por isso, faço defesa do porte de arma para guarda civil municipal”, conclui.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.