Sandra Rosado apresenta projetos que ampliam assistência aos mossoroenses

por Sérgio Oliveira publicado 04/12/2019 13h25, última modificação 04/12/2019 13h25
Benefícios são na área da saúde infantil, ações em favor da família e segurança da mulher
Sandra Rosado apresenta projetos que ampliam assistência aos mossoroenses

Sandra Rosado na sessão ordinária desta quarta-feira. Foto: Edilberto Barros

A vereadora Sandra Rosado (PSDB) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, durante o grande expediente da sessão ordinária da quarta-feira (04), para abordar e pedir apoio dos seus pares a projetos de sua autoria em tramitação. Durante sua fala, também agradeceu os posicionamentos favoráveis ao projeto Patrulha Maria da Penha, já aprovado pela casa e sancionado pela prefeita Rosalba Ciarlini.

Um dos projetos em tramitação pretende ampliar a assistência às crianças que nascem com lábio leporino. “Nossa proposta é adequar a categoria de necessidade especial, que já recebem assistência da prefeitura de Mossoró, já que não é possível adequar à categoria de deficiente”, explicou a vereadora. Segundo ela, com essa adequação, todos poderão receber maior apoio das ações do município.

Outro projeto importante apresentado pela vereadora contempla as ações, já em execução por parte da prefeitura, denominadas “Família em Foco”. A ideia de Sandra Rosado é que esse projeto seja transformado em programa permanente do município, já que ele contempla comunidades mais vulneráveis com diferentes ações gratuitas por parte da prefeitura de Mossoró de forma direta ou em parceria com outras instituições.

Encerrando seu pronunciamento, a vereadora Sandra Rosado comentou sobre o projeto, já sancionado, denominado “Patrulha Maria da Penha”. Aproveitou para agradecer o apoio recebido da própria Câmara Municipal e da prefeita Rosalba Ciarlini. “Nós nos reunimos também com a secretaria de segurança e guarda municipal, pois sem eles não seria possível colocar em prática as ações do projeto”, destacou.

Sandra informou que Mossoró receberá R$ 987 mil para equipar a guarda e viabilizar o trabalho da patrulha. “Esse apoio é fundamental para fortalecer a coragem daquelas mulheres que denunciam a violência sofrida e precisam da garantia que terá a assistência necessária em sua proteção”, reforçou.