Sandra Rosado repudia nova ideia de privatização da Uern

por Regy Carte publicado 27/02/2019 12h00, última modificação 27/02/2019 12h08
Vereadora renova compromisso por ensino gratuito e de qualidade
Sandra Rosado repudia nova ideia de privatização da Uern

Vereadora Sandra Rosado se pronuncia em defesa da Uern (27.02.18, foto: Edilberto Barros)

Na sessão da Câmara Municipal de Mossoró desta quarta-feira (27), a vereadora Sandra Rosado (PSDB) reiterou defesa da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) e oposição à ideia de privatizar a universidade, mencionada esta semana por um deputado estadual.

“Apesar de provado que a Uern é um dos maiores patrimônios do Estado, vez por outra ainda surgem vozes que insistem em faltar com a verdade e apontar a nossa universidade como um peso, que deveria ser privatizada para acabar com os custos para o governo estadual”, disse.

Alcance

Alguns números, segundo ela, ilustram importância socioeconômica da Uern para o Rio Grande do Norte: aproximadamente de 15 mil alunos, dos quais mais de 80% alunos potiguares; 812 professores e 612 técnicos; formação de 45 mil pessoas ao longo de história da universidade.

Sandra Rosado acrescenta que, no ano passado, o orçamento destinado à Uern representou apenas 2,32% do orçamento estadual. “Como isso pode ser apontado como um peso para o Estado?”, questiona, ao observar que educação não é gasto, mas investimento para milhares de famílias.

“Sempre que insistirem na temática infundada da privatização da Uern, seremos a voz combativa, de resistência, reafirmando nosso compromisso em defesa da universidade, em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade. A luta em defesa da nossa não pode parar”, assegura.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.