Saúde mental no ambiente escolar será tema de reunião da Comissão de Educação

por Amanda Santana Balbi publicado 07/06/2019 11h25, última modificação 07/06/2019 11h25
Reunião está prevista para agosto
Saúde mental no ambiente escolar será tema de reunião da Comissão de Educação

Vereador Francisco Carlos reunido com educadores do município na Comissão de Educação da Câmara. FOTO: Edilberto Barros

         Preocupados com a saúde mental dos estudantes, a Comissão de Educação da Câmara Municipal de Mossoró debateu, durante reunião com educadores, realizada nesta sexta-feira (07), a organização de um encontro para abordar exclusivamente maneiras de prevenir e combater casos de depressão e suicídio entre os estudantes.

         A Comissão, que é presidida pelo vereador professor Francisco Carlos (PP), pretende realizar esta reunião no mês de agosto. “Será uma reunião ampliada da Comissão para debater a saúde mental no ambiente escolar”, explicou Francisco Carlos.

         Durante a reunião de hoje ficou definido o objetivo do encontro. “Queremos ajudar o professor e profissionais das escolas a identificar casos de depressão e outras doenças mentais entre os alunos. A partir dessa identificação, a escola poderá chamar os pais e sugerir encaminhamentos. A intenção não é que o professor trate, até porque não cabe a eles, mas sim que identifiquem casos de depressão”, completou Eliane Araújo, chefe do setor de psicopedagogia do município.

Parcerias

         Uma das sugestões para auxiliar os educadores nesta tarefa foi dada por Jailma Soares, diretora da Escola Municipal Rotary. “Nossa escola firmou uma parceria com os estudantes de psicologia da Faculdade Católica do RN e temos ótimos resultados. Os alunos de enfermagem da UNP também já contribuíram com nossa escola através de palestras. Acredito que estes tipos de parcerias podem ser muito positivas”.

Data

         De acordo com o vereador Francisco Carlos, a reunião provavelmente acontecerá dia 16 de agosto. “Será realizada em uma sexta-feira, da mesma forma que são realizadas as reuniões da Comissão de Educação. Vamos convidar psiquiatras, psicólogos, educadores e outros profissionais que possam contribuir com a construção de uma solução para essa questão”, finalizou.  

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.