Vereador Francisco Carlos: reajuste foi concedido de forma responsável

por Amanda Santana Balbi publicado 13/03/2019 13h05, última modificação 13/03/2019 13h05
Aumento concedido pelo Executivo, aprovado na Câmara, foi de 3,75%
Vereador Francisco Carlos: reajuste foi concedido de forma responsável

Foto: Edilberto Barros

 Na sessão ordinária desta quarta-feira (13), o vereador Professor Francisco Carlos (PP) discursou sobre o reajuste salarial de 3,75 %, concedido aos servidores municipais e aprovado ontem (12), e ressaltou trabalho realizado pela educação durante o período em que atuou como Secretário Municipal de Cidadania.

  De acordo com o vereador, apesar do reajuste da Prefeitura de Mossoró aos servidores municipais ter sido alvo de críticas por alguns servidores, o aumento foi positivo. “Algumas pessoas criticaram, porque queriam mais 0,42% além do que foi concedido. Porém, o aumento de 3,75% foi feito de forma responsável. Não adianta conceder uma porcentagem, que irá desequilibrar as contas e provocar atrasos no pagamento”, explicou o vereador.

  Francisco Carlos ressaltou ainda que a Prefeitura de Mossoró conseguiu colocar a folha de pagamento dos servidores municipais em dia e que não há atrasos no pagamento, como os que estão ocorrendo no Governo do Estado. “Isto se dá por responsabilidade fiscal por parte da prefeita Rosalba Ciarini, que conseguiu equilibrar as contas de Mossoró, apesar de assumir a Prefeitura quando esta estava com muitas dificuldades financeiras”.

Trabalho

  O vereador também destacou o trabalho que realizou na educação pública de Mossoró durante o período em que foi secretário de Cidadania, que englobava Saúde, Educação e Ação Social. “Tenho quase 30 anos de serviço público. O Plano de Cargo e Carreiras dos professores, a Política de Educação para o Campo, o décimo quarto salário dado aos professores e aprovado pelos vereadores da época, por unanimidade, todas essas ações foram redigidas por mim”.

  Francisco Carlos finalizou o discurso, reforçando que todos os vereadores da Câmara Municipal de Mossoró e a Prefeita trabalham a favor da educação. “Uma greve por causa de 0,42% é um ato político e está prejudicando muitos estudantes. O aumento tem que ser concedido com responsabilidade. Sou professor da UERN e há seis anos não recebemos reajuste do Estado. Já a prefeita Rosalba, na contramão da crise, paga a folha salarial em dia e fornece reajuste”.

  Os vereadores Didi de Arnor, Alex Moacir, Sandra Rosado, Aline Couto, Manoel Bezerra e Rondinelli Carlos demonstraram apoio ao discurso do vereador Francisco Carlos em aparte. “Nenhum vereador votou contra o servidor, muito pelo contrário”, disse Alex Moacir. “Se o resultado tivesse sido o inverso e os vereadores tivessem votado contra, os servidores não teriam o aumento”, finalizou Rondinelli.

Jackelinne
Jackelinne disse:
13/03/2019 13h52
Ridículo!
Glória
Glória disse:
13/03/2019 14h16
Uma vergonha para o senhor vereador Francisco Carlos?O piso e lei Federal o aumento correto seria 4,17 além do mais os cofres da prefeitura ja recebeu esses repasses.Gostaria de saber onde está nosso dinheiro.O senhor falar tanto em reajuste de forma responsável e o salário de vcs vereadores aumento de 20$ por cento e um bônus de 2.000,00 para combustível e justo???
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.