Vereador Raério cobra respeito e investimentos no esporte

por Amanda Santana Balbi publicado 03/04/2019 15h55, última modificação 03/04/2019 16h02
Vereador relata que ginásio de esportes está abandonado e Nogueirão interditado
Vereador Raério cobra respeito e investimentos no esporte

Foto: Edilberto Barros

Falando não apenas como legislador, mas também com a autoridade de quem já jogou futebol, inclusive de forma profissional, o vereador Raério Cabeção (PRB) usou a tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, na sessão da quarta-feira, 03, para cobrar respeito e investimentos no esporte. O vereador lamentou a condição de abandono que vive hoje o Ginásio Poliesportivo Pedro Ciarlini e a nova ameaça de interdição total do Estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, “O Nogueirão”.

Em visita ao ginásio, o vereador constatou o quadro de abandono. “Temos no local uma academia que poderia servir a população, mas os seus equipamentos estão desativados e empoeirados, uma tristeza”, denunciou e lamentou o edil. A própria secretaria de esportes existente no município é tratada, disse o vereador, com descaso quando pouco faz e ainda tem seus recursos diminuídos com a retirada de verba para outros setores.

Em relação ao estádio Nogueirão, Raério Cabeção denuncia que o Potiguar, apesar da boa campanha no campeonato estadual, pode ficar sem espaço para seus jogos em Mossoró. Com problemas estruturais, a principal praça esportiva do interior do Rio Grande do Norte pode ser interditado por completo. Hoje o Nogueirão tem parte de suas arquibancadas inutilizadas e, até o momento, nada foi anunciado no sentido de sua recuperação.

O futebol, lembrou Raério, seja ele profissional ou amador, é de grande importância para ocupar o jovem mossoroense. “Em Mossoró a valorização do esporte não acontece, já que até a realização do Circuito de Futebol Amador é ameaçada”, disse. Desvalorizando mais ainda o esporte, a realização dos Jogos da Juventude do Brasil que seria em Mossoró foi cancelada, denuncia Raério, justamente por não dispor do Ginásio de Esportes.

 Por Sérgio Oliveira