Zé Peixeiro denuncia tratamento desumano nos presídios do RN

por Regy Carte publicado 19/09/2018 13h07, última modificação 19/09/2018 13h07
Vereador lembrou direção que tratava presos de forma humanizada
Zé Peixeiro denuncia tratamento desumano nos presídios do RN

Vereador Zé Peixeiro usou a tribuna da Câmara na sessão desta quarta-feira

De acordo com o relato das mães, esposas e companheiras, seus familiares presos, principalmente na carceragem em Mossoró, estão sendo tratados de forma desumana. De tudo, disseram elas, falta um pouco.

São presos com HIV (soro positivo) sem tratamento médico adequado, presos em celas sem colchões para dormir e, mais absurdo ainda, falta até a alimentação básica. “Até a visita íntima para ser confirmada, é preciso demonstrar o casamento oficialmente realizado”, denuncia o vereador, com base nos relatos apresentados.

Por questão de justiça, disse Zé Peixeiro, ele citou o ex-diretor do presídio em Mossoró José Mário Dias. “Com José Mário, o preso tinha ocupação e era tratado como gente, hoje eles são vistos como bichos brutos”, acrescenta. O vereador diz que não defende bandido, este precisa pagar pelo erro cometido, mas defende sim políticas públicas que trate essa população com dignidade.

Medicinal

Outra questão levantada pelo vereador Zé Peixeiro diz respeito à utilização da Cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha, que hoje já se admite sob acompanhamento legal, a sua utilização como medicamento.

“Estou denunciando a prisão de um servidor público em Natal como traficante, ao encontrarem em sua casa uma certa quantidade da cannabis, um absurdo”, disse o vereador.

De acordo com Zé Peixeiro, existem relatos que comprovam que a pessoa presa, não citou nome, sofreu um acidente, e a utilização da Cannabis sativa vinha ajudando em sua recuperação. Entende ele que é preciso analisar essa situação com cautela para que no futuro o produto, que já pode ser utilizado como medicamente, não seja novamente criminalizado.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.