Notícias

por Interlegis — publicado 11/02/2021 14h16, última modificação 23/02/2021 16h13
Banco de notícias desta Casa Legislativa.

Zé Peixeiro renova bandeiras de luta para 2021

por Regy Carte publicado 23/12/2020 13h01, última modificação 23/12/2020 13h01
Assegurou continuidade de ações na próxima legislatura
Zé Peixeiro renova bandeiras de luta para 2021

Vereador Zé Peixeiro faz pronunciamento na sessão desta quarta-feira, 23 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Zé Peixeiro (Progressistas) prestou contas do seu mandato, em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (23), na sessão de encerramento. Assegurou continuidade de ações na próxima legislatura, como defesa do esporte, inclusão social, educação, saúde e demais serviços públicos.

“Sabemos da dificuldade do vereador que mora na periferia, que está na ponta, que trabalha, independentemente de estar com ou sem mandato. Mas continuaremos no apoio aos mais carentes. Sigo cada vez mais grato pela confiança no nosso nome”, disse o vereador reeleito e diplomado.

O parlamentar renovou bandeiras do seu mandato, como construção de via entre a BR-110, bairro Rincão, e a Rua João Cordeiro, bairro Barrocas, para facilitar o escoamento da produção de sal e desafogar a Avenida Dix-neuf Rosado (Leste-Oeste), entre outros benefícios.

Segundo ele, um dos desafios para a próxima legislatura, e a próxima gestão no Executivo, é mais atenção à juventude, a fim de que os jovens tenham mais oportunidades de vencer na vida e não enveredar pela criminalidade. “E um dos caminhos para isso é o esporte”, enfatizou.

Genilson Alves agradece e renova compromisso

por Regy Carte publicado 23/12/2020 12h43, última modificação 23/12/2020 12h43
Vereador ressalta dever cumprido e muito a ser feito
Genilson Alves agradece e renova compromisso

Vereador Genilson Alves na tribuna da Câmara, nesta quarta-feira, 23 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Vereador reeleito, Genilson Alves (Pros) diz terminar mais uma legislatura, com o sentimento de dever cumprido e ânimo renovado para o próximo mandato. Agradeceu aos servidores da Câmara, em especial da copa, sala das comissões, comunicação, entre outros setores da Casa.

“Agradeço também aos vereadores, e a todos aqueles que confiaram no nosso nome para novo mandato. Agradeço também à família. Sabemos dos obstáculos, mas precisamos ser firmes, há dificuldades, mas também dias bons. A porta que Deus abre ninguém fecha”, discursou.

O parlamentar, também pequeno empresário, reafirmou compromisso para geração de emprego e renda. Segundo ele, o empreendedorismo precisa ser mais valorizado, em favor da economia e do social. Genilson afirmou continuar à disposição do povo de Mossoró.

“É com imensa gratidão que terminamos mais esse ciclo. Muito ainda temos a fazer por Mossoró”, declarou, na sessão de encerramento da atual legislatura da Câmara, nesta quarta-feira (23). Além dele, outros parlamentares, reeleitos e não, pronunciaram-se na reunião.

Maria das Malhas agradece a Deus e ao povo

por Regy Carte publicado 23/12/2020 12h41, última modificação 23/12/2020 12h41
Vereadora se diz grata pelos dois mandatos de parlamentar
Maria das Malhas agradece a Deus e ao povo

Vereadora Maria das Malhas em discurso de despedida, nesta quarta-feira, 23 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em discurso de despedida da Câmara Municipal de Mossoró, hoje (23), a vereadora Maria das Malhas (PSD) agradeceu a Deus e ao povo pela oportunidade de ser parlamentar, por dois mandatos (2007-2012 e 2017-2020). A Câmara, segundo ela, foi uma das suas melhores escolas.

“Não nasci em berço de ouro nem sentei em banco de faculdade, mas tenho a faculdade da vida. E esta Casa me ensinou muito”, ressaltou, ao lembrar ser natural de Upanema, mãe de seis filhos. Agradeceu aos servidores da Câmara e demonstrou gratidão à falecida vereadora Niná Rebouças.

“Muito me ensinou. Hoje, está no céu e feliz por eu agradecê-la nesta tribuna”, destacou. Maria das Malhas frisou ainda o trabalho em dois mandatos como presidente do Conselho Comunitário no bairro Planalto 13 de Maio e pediu mais valorização dos líderes comunitários.

Desejou bom trabalho ao vereador diplomado Lucas das Malhas (MDB), seu neto, a quem considera como filho. “Continuaremos representados na Câmara. Agradeço a todos que confiam no nosso trabalho, e permaneceremos a serviço de Mossoró”, assegurou Maria das Malhas.

Sandra se despede da Câmara, mas não da vida pública

por Regy Carte publicado 23/12/2020 12h30, última modificação 23/12/2020 12h36
Vereadora diz ter muito ainda a contribuir com Mossoró
Sandra se despede da Câmara, mas não da vida pública

Vereadora Sandra Rosado em discurso na sessão desta quarta-feira, 23 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento da Câmara Municipal de Mossoró, hoje (23), a vereadora Sandra Rosado (PSDB) disse se despedir do Legislativo, mas não da vida pública. “Tenho muito ainda a contribuir com a nossa cidade, com o mesmo sonho e ideal de melhorar Mossoró”, asseverou.

A parlamentar disse ser Rosado “com muito orgulho, orgulho no bom sentido, como sou Maria, Escóssia e Sandra”. E arrematou: “Sou dos Rosado da Ufersa, da faculdade de Medicina, das primeiras casas populares, dos poços de água e tantas ações por Mossoró”.

Sandra reafirmou o histórico de luta, a ser continuada na Câmara pela filha, vereadora diplomada Larissa Rosado. “Nesta Casa, lutei para melhorar a vida dos mossoroenses, com a defesa das mulheres, da modernização administrativa e tantas outras ações”, frisou.

Ao longo do mandato, segundo ela, foram cerca de 1.500 proposições. “Aprendi muito na Câmara de Mossoró, como aprendo a cada dia da minha. E continuarei como sempre estive: à disposição do povo”, concluiu Sandra Rosado, também ex-deputada e ex-prefeita.

Rondinelli Carlos fala em gratidão ao povo de Mossoró

por Sérgio Oliveira publicado 22/12/2020 13h37, última modificação 22/12/2020 13h37
Vereador diz que, mesmo divergindo, chega ao final da legislatura respeitando os colegas
Rondinelli Carlos fala em gratidão ao povo de Mossoró

Vereador Rondinelli, em pronunciamento hoje (22), registrou gratidão (foto: Edilberto Barros/CMM)

A penúltima sessão da Câmara Municipal de Mossoró em 2020, realizada nesta terça-feira, 21, foi de despedida e agradecimento para o vereador Rondinelli Carlos (PL). Ele disse que não poderia se furtar a manifestar gratidão à população de Mossoró que lhe confiou o mandato, como também deixar seus agradecimentos aos servidores da Secretaria Legislativa e demais funcionários da Casa.

Em relação aos seus colegas vereadores, apesar das divergências em alguns momentos, tem a consciência que conclui seu mandato mantendo a postura respeitosa de sempre.

“Deixo um agradecimento especial à minha família pela compreensão da não presença nos feriados e alguns domingos, pois graças a essa compreensão foi possível realizar muito pelo povo de Mossoró”, comentou Rondinelli, lembrando ações em favor dos autistas, pessoas portadoras de microcefalia, do esporte e vários benefícios para a zona rural.

Francisco Carlos defende manutenção de projetos na Câmara

por Sérgio Oliveira publicado 22/12/2020 13h33, última modificação 22/12/2020 13h33
Vereador diz que essa seria melhor forma de homenagear quem não renovou o mandato
Francisco Carlos defende manutenção de projetos na Câmara

Na sessão de hoje (22), vereador Francisco Carlos defendeu continuidade de projetos (foto: Edilberto Barros/CMM)

Apesar dos discursos, nem tudo foi só despedida na penúltima sessão ordinária da Câmara Municipal de Mossoró neste dia 21, terça-feira. O momento também foi de cobranças. Aproveitando o clima mais ameno em tom de despedida daqueles que não conseguiram renovar seus mandatos, ou não foram candidatos à reeleição, o vereador professor Francisco Carlos (PP) pediu que as homenagens aos que sairão sejam além das palavras.

A colocação do vereador diz respeito à sua tentativa de manter em tramitação os projetos de autoria desses vereadores. “E isso só será possível se conseguirmos modificar o Regimento da Casa, que não permite a permanência, pelo contrário, determina o seu arquivamento”, explicou Francisco Carlos, afirmando que essa situação é um retrocesso, pois não existe no Congresso Nacional e muito menos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Apesar de não haver conseguido êxito em sua primeiro tentativa, pois existe uma rejeição a sua proposta, o vereador entende que ainda tem tempo suficiente para que os contrários mudem de postura e votem favorável a essa alteração.

Só assim, acrescentou Francisco Carlos em sua fala, os vereadores que vão deixar a casa seriam homenageados além das palavras. Alguns vereadores que ainda possuem projetos em tramitação apoiaram a proposta do professor. Francisco Carlos encerrou dizendo que não fala em favor dos seus projetos, pois continuará na Casa, e sim em favor daqueles que gastaram tempo, dinheiro, se reuniram, estudaram para preparar um projeto que agora pode ser arquivado injustamente.

Aline Couto agradece apoio e garante continuar na luta

por Sérgio Oliveira publicado 22/12/2020 13h32, última modificação 22/12/2020 13h32
Vereadora lembra o apoio dos colegas aprovando seus projetos e a parceria com a prefeita Rosalba
Aline Couto agradece apoio e garante continuar na luta

Vereadora Aline Couto na tribuna da Câmara, nesta terça-feira, 22 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Apesar da boa votação conquistada nas urnas, foram 2.259 votos, a vereadora Aline Couto (PSDB) não conseguiu renovar seu mandato na Câmara Municipal de Mossoró, embora com votação superior aos sufrágios recebidos por alguns dos eleitos. No entanto, em tom de despedida, ela usou a tribuna na sessão da terça-feira, 22, para dizer que entende esses números como sendo uma aprovação do povo ao seu trabalho.

Assim, a vereadora aproveitou para agradecer ao apoio dos servidores do Legislativo, como também a sua equipe de gabinete por tudo que foi feito nos últimos quatro anos. “Continuarei com o meu trabalho, principalmente com o projeto Mão Amiga, sendo que o diferencial de agora em diante é que não terei o mandato de vereadora, porém a cidadã Aline Couto vai continuar na busca por dias melhores para a população da minha querida amada terra chamada Mossoró”, garantiu.

A vereadora fez questão de destacar algumas parcerias. Agradeceu às secretarias do município que atenderam seus pleitos. "Quando um secretário ou secretária atendia meus pleitos, eles não estavam resolvendo um caso da vereadora, e sim da população, do povo de Mossoró que batia as portas dos vereadores”, acrescentou ela, lembrando ainda o apoio que recebeu de alguns órgãos do Governo do Estado.

Fechando seus agradecimentos, a vereadora citou a parceria com a prefeita Rosalba Ciarlini, lembrando que nada seria possível sem um trabalho de forma coletiva.

Por fim, para que não fiquem mágoas, a vereadora Aline Couto parabenizou o vereador Raério Araújo pela escolha de “vereador do ano”. Disse ela que mantinha uma boa relação de amizade com seu colega, porém os embates em plenários não foram bem administrados pelos dois que acabaram se afastando, porém fazia questão de desejar um bom trabalho ao colega na próxima legislatura e que não levaria nenhuma mágoa.

Em oportunidade posterior, Raério Araújo disse que suas irritações são curtas e também não guarda mágoa de ninguém.

Petras diz que continua na vida pública mesmo sem mandato

por Sérgio Oliveira publicado 22/12/2020 13h30, última modificação 22/12/2020 13h30
Vereador anuncia que faz uma pausa e podem contar com o empreendedor social
Petras diz que continua na vida pública mesmo sem mandato

Vereador Petras faz discurso de despedida na sessão desta terça-feira, 22 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Usando a tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, como ele mesmo disse, pela última vez na condição de vereador, Petras Vinícius (Democratas) diz que coloca uma vírgula e não um ponto final em sua missão política. Mesmo sem o mandato eletivo, ele garantiu que vai continuar batendo na porta daqueles que podem gerar algum benefício para a comunidade mais carente da cidade.

O vereador aproveitou para agradecer aos servidores da Câmara Municipal pelo apoio dispensado durante suas atividades legislativas. “Agradeço às meninas da cozinha, ao pessoal da assessoria legislativa e a toda equipe de comunicação da Casa, que sempre procurei e fui atendido”, lembrou Petras.

O vereador também fez um agradecimento especial aos assessores do seu gabinete, que sempre estiveram prontos para segui-lo nas zonas urbana e rural do município, independentemente do dia e do horário.

Cabeça erguida

Petras acrescentou que conclui seu mandato, com a certeza do dever cumprido, mostrando a todos que é possível fazer política de forma limpa e correta, honrando a confiança recebida. “A palavra é gratidão. Gratidão a Deus e ao povo de Mossoró. Em 31 de dezembro, encerrarei meu mandato de vereador, porém não encerra a minha luta em favor de Mossoró. Podem contar com o empreendedor social Petras Vinícius”, concluiu.

Aline Couto defende permanência de Abrigo Municipal para pessoas em situação de rua

por Amanda Santana Balbi publicado 22/12/2020 12h41, última modificação 22/12/2020 12h41
Abrigo foi criado este ano por causa do coronavírus
Aline Couto defende permanência de Abrigo Municipal para pessoas em situação de rua

Vereadora Aline Couto na sessão ordinária desta quarta-feira, 22 dezembro. Foto: Edilberto Barros

A vereadora Aline Couto (PSDB) defendeu a permanência do Abrigo Municipal para pessoas em situação de rua, criado este ano, por causa da pandemia do novo coronavírus. Em discurso, na sessão ordinária desta terça-feira, 22, a vereadora reforçou a necessidade de que a prefeitura encontre um prédio para que o abrigo tenha uma sede permanente.

“Hoje o Abrigo funciona no Colégio Evangélico Leôncio José de Santana, e sabemos que por ser uma escola, não poderá continuar funcionando naquela localidade. Por isso é urgente que a prefeitura encontre outro local para que o Abrigo não feche”, afirmou Aline.

A luta para que Mossoró tenha um abrigo para moradores de rua é antiga, diz a vereadora. “Nosso projeto de criação de um abrigo permanente foi vetado, porém conseguimos que, pelo menos durante o período de pandemia, tivéssemos um abrigo, e agora queremos que ele continue”, explicou.

Aline Couto também defendeu políticas públicas para pessoas em situação de rua em Mossoró. “São pessoas vítimas de violência doméstica em suas casas, pessoas viciadas, com problemas mentais e estas pessoas precisam ser ajudadas e defendidas. Precisam de apoio. Precisamos de políticas públicas de acolhimento”, finalizou.

Vereadora Maria das Malhas faz agradecimento na penúltima sessão de 2020

por Amanda Santana Balbi publicado 22/12/2020 12h40, última modificação 22/12/2020 12h39
Vereadora agradeceu colegas e funcionários pelo apoio
Vereadora Maria das Malhas faz agradecimento na penúltima sessão de 2020

Vereadora Maria das Malhas durante sessão ordinária da Câmara. Foto: Edilberto Barros

A vereadora Maria das Malhas aproveitou a sessão ordinária desta terça-feira, 22, para agradecer o apoio dos colegas vereadores e funcionários da Câmara durante o mandato dela no legislativo mossoroense. Maria das Malhas afirmou que durante os próximos quatro anos acompanhará o neto, Lucas das Malhas, nas sessões ordinárias da Câmara.

“Fico feliz que meu neto conquistou uma cadeira no legislativo mossoroense. Tenho certeza que ele fará um bom mandato e vai trabalhar incansavelmente a favor do povo. Aproveito para informar que minha casa estará sempre aberta para receber as demandas da população”, afirmou Maria das Malhas.

Maria das Malhas aproveitou o espaço para agradecer também algumas solicitações do seu mandato. “A construção da UBS do Bom Jesus vai trazer muitos benefícios para a população de Mossoró. Agradeço também o calçamento de ruas que solicitamos e a iluminação do Campo de Futebol do Cordão de Sombra”, finalizou.

Ozaniel Mesquita parabeniza profissionais que lutaram no combate ao COVID-19

por Amanda Santana Balbi publicado 22/12/2020 12h35, última modificação 22/12/2020 12h35
Vereador também homenageou vítimas
Ozaniel Mesquita parabeniza profissionais que lutaram no combate ao COVID-19

Vereador Ozaniel Mesquita durante sessão ordinária desta terça-feira. Foto: Edilberto Barros

O vereador Ozaniel Mesquita (DEM) parabenizou os profissionais de saúde, segurança e limpeza que continuaram trabalhando durante a pandemia do novo coronavírus para ajudar a população. Em destaque, o vereador ressaltou o trabalho dos profissionais de saúde, que se arriscaram e ficaram longe das famílias para poder continuar salvando vidas.

São enfermeiros, médicos, coveiros, profissionais da limpeza e da segurança que se arriscaram para ajudar a população. Eu, como profissional da saúde, vi de perto como este período foi difícil e como estes profissionais merecem o reconhecimento pelo esforço e trabalho exercido”, declarou Ozaniel.

Moção de pesar

O vereador também fez uma moção de pesar em homenagem a todos aqueles que perderam a vida por causa do coronavírus. “Em nome de quatro pessoas, quero representar todos que faleceram na pandemia. Deusiene, Roberto,  professora Hulda e professor Felipe Caetano, meus sentimentos a todos os familiares e amigos das vítimas do covid-19”.

Estado e Município

O vereador também fez questão de reconhecer os esforços do Governo do Estado e Município no combate ao novo coronavírus. “O esforço do poder público para evitar que tivéssemos mais mortes foi muito importante”, declarou.

Recapeamento

Ozaniel Mesquita aproveitou o espaço para pedir o recapeamento da rua Campos Sales, localizada na lateral do Samu Mossoró, para facilitar o tráfego das ambulâncias.

“Diálogos para Cidadania” realiza palestra sobre leis orçamentárias

por Amanda Santana Balbi publicado 18/12/2020 12h58, última modificação 18/12/2020 12h58
Palestra foi ministrada pelo advogado Aldo Araújo
“Diálogos para Cidadania” realiza palestra sobre leis orçamentárias

Advogado Aldo Araújo ministrando palestra "Diálogos para Cidadania". Foto: Edilberto Barros

Na manhã desta sexta-feira, 18, a Câmara Municipal de Mossoró realizou mais uma palestra do projeto “Diálogos para Cidadania”, ministrada pelo advogado Aldo Araújo. O tema, desta vez, foram as três leis orçamentárias: Plano Plurianual, Lei Orçamentária Anual e Lei de Diretrizes Orçamentárias.

O evento faz parte de uma série de palestras que tem como objetivo oferecer uma capacitação profissional aos servidores da Câmara sobre temas de interesse do Poder Legislativo. As três leis orçamentárias são essenciais para direcionar os recursos públicos e fazem parte do cotidiano dos legislativo, na criação de projetos e emendas.

O evento desta sexta-feira encerrou um ciclo de palestras com temas de interesse do legislativo, que foram ministradas ao longo dos últimos meses e teve a participação de servidores da Câmara e vereadores.

Raério é eleito Vereador do Ano 2020 em Mossoró

por Regy Carte publicado 18/12/2020 12h57, última modificação 18/12/2020 12h57
Parlamentar recebeu 5 dos 11 votos da comissão eleitoral
Raério é eleito Vereador do Ano 2020 em Mossoró

Vereador Raério entre atuais e futuros colegas, na Câmara, após o resultado, nesta sexta-feira, 18 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Raério Emídio Araújo (PSD) foi eleito Vereador do Ano 2020, hoje (18), e receberá o Troféu Vereadora Niná de Macedo Rebouças, quarta-feira (23), na sessão de encerramento da atual legislatura.

Em votação na manhã desta sexta-feira, na Câmara Municipal de Mossoró, o parlamentar obteve 5 dos 11 votos da comissão eleitoral, formada por representantes de instituições, servidores públicos e imprensa.

Também foram votados os vereadores Ozaniel Mesquita (Democratas), 2 votos; Petras Vinícius (Democratas), 2 votos; vereadora Sandra Rosado (PSDB), 1 voto; e vereador Francisco Carlos (PP), 1 voto.

Normativa

A eleição é regulamentada pelas resoluções 02/2011 e 16/2015, que estabelecem regras para o pleito, como a composição dos votantes, e impedem o (a) presidente da Casa de concorrer ao prêmio.

Votaram representantes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejo).

Também comparecem como eleitores profissionais da TCM/Telecom, TV Câmara Mossoró, Revista Acontece, Rádio Difusora de Mossoró e três servidores efetivos da Câmara. A comissão tem 11 membros.

Proclamação

A apuração foi feita na Sala da Presidência, na presença de vereadores reeleitos e eleitos e profissionais de veículos de comunicação, logo após o encerramento da votação, que transcorreu das 8h às 12h.

A presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB), que não concorre ao prêmio, proclamou o vencedor, Ráério, que, presente à apuração, agradeceu à lembrança do seu nome para Vereador do Ano.

“É gratificante. Atribuo ao reconhecimento do nosso trabalho. Nos últimos quatro anos, tivemos atuação combativa, de fiscalização. Não falto às sessões, e acho que esses aspectos foram considerados”, avalia.

Justiça Eleitoral diploma vereadores da próxima legislatura

por Regy Carte publicado 16/12/2020 17h36, última modificação 16/12/2020 17h36
Solenidade foi realizada hoje (16) no Fórum Silveira Martins
Justiça Eleitoral diploma vereadores da próxima legislatura

Eleitos e convidados no auditório do fórum, na solenidade de diplomação, nesta quarta-feira, 16 (foto: Edilberto Barros/CMM)

A Justiça Eleitoral diplomou os eleitos na eleição de 15 de novembro em Mossoró: Allyson Bezerra (prefeito), Fernandinho (vice-prefeito) e os 23 nomes à Câmara Municipal, hoje (16), no Fórum Desembargador Silveira Martins. Restrita ao público em razão da pandemia de Covid-19, a solenidade foi presidida pelo juiz da 34ª Zona Eleitoral, Vagnos Kelly.

Também compuseram a mesa o promotor da 34ª Zona Eleitoral, Romero Marinho; a vice-prefeita Nayara Gadelha; a presidente da Câmara, Izabel Montenegro, e a presidente da OAB Mossoró, Bárbara Paloma.

Para o Legislativo, o juiz Vagnos Kellky declarou diplomados Isaac da Casca (DC); Carmem Julia (MDB); Zé Peixeiro (PP); Cabo Tony Fernandes (Solidariedade); Larissa Rosado (PSDB); Ricardo de Dodoca (PP); Professor Francisco Carlos (PP); Naldo Feitosa (PSC); Pablo Aires (PSB); Lucas das Malhas (MDB); Wiginis do Gás (Podemos).

Também diplomou Lawrence Amorim (Solidariedade); Marckuty da Maísa (Solidariedade); Marleide Cunha (PT); Didi de Arnor (Republicanos); Genilson Alves (Pros); Lamarque (PSC); Raério Cabeção (PSD); Costinha (MDB); Gideon Ismaias (Cidadania); Omar Nogueira (Patriota); Paulo Igo (Solidariedade) e Edson Carlos (Cidadania).

Dos eleitos, ausente apenas Costinha, acometido por Covid-19. Mas a Justiça o declarou diplomado. A diplomação começou por Allyson Bezerra e Fernandinho, que receberam o diploma juntos. “Obrigado, Mossoró”, bradou o agora prefeito diplomado, após receber o documento. Em seguida, os vereadores diplomados foram chamados, um por vez.

Responsabilidade

Em nome das autoridades presentes, a vereadora Izabel Montenegro saudou os eleitos e destacou o desafio dos 25 vitoriosos no pleito deste ano. “É muita responsabilidade para os que assumirão. Desejo que desempenhem excelente trabalho em favor do povo”, discursou.

O juiz Vagnos Kelly também destacou a responsabilidade dos futuros membros da Câmara e do Executivo. “Mas tenho certeza que, se os eleitores depositaram confiança, é porque tanto merecem quanto demonstraram garra e força para desempenhar o papel”, frisou.

Allyson Bezerra, Fernandinho e os 23 vereadores e vereadoras tomarão posse dia 1º de janeiro de 2021, para o período 2021/2024.

Aline Couto volta a cobrar melhoria no Programa do Leite

por Regy Carte publicado 16/12/2020 11h57, última modificação 16/12/2020 11h57
Segundo ela, reclamações sobre a distribuição aumentam a cada dia.
Aline Couto volta a cobrar melhoria no Programa do Leite

Vereadora Aline Couto em discurso na sessão desta terça-feira, 15 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, nesta terça-feira (15), a vereadora Aline Couto (PSDB) novamente cobrou melhoria no Programa Social do Leite, de responsabilidade do Governo do Estado. Segundo ela, reclamações sobre a distribuição aumentam a cada dia.

A parlamentar lembrou já ter levado questões do programa ao Ministério Público, à Secretaria Estadual de Assistência Social, à direção geral do Programa. Esta, inclusive, reconheceu a necessidade de melhorias.

Aline Couto enumera falta de leite em pontos da entrega, uso do leite como moeda de troca em panificadoras, mercearias. “Precisa-se aumentar a quantidade de leite, rever pontos de entrega”, reivindica.

Ela lamenta não haver coordenação do programa em Mossoró. “O leite do programa é item essencial na alimentação de famílias carentes. Portanto, volto a cobrar do Estado reorganização do Programa do Leite”, reivindica.

Saúde

No mesmo pronunciamento, Aline Couto (PSDB) transmitiu relatos de servidores terceirizados da empresa Athos na Saúde Municipal, sobre atraso do salário de novembro.

“Estamos chegando ao final do ano, e os trabalhadores estão preocupados. Estamos dialogando com as Secretarias de Saúde e de Administração em busca de uma solução”, assegura.

Plenário aprova faixa exclusiva para corredores de rua

por Regy Carte publicado 15/12/2020 15h12, última modificação 15/12/2020 15h12
Proposta institui o Programa Faixa Liberada e é de autoria do vereador Petras
Plenário aprova faixa exclusiva para corredores de rua

Vereadores em plenário na sessão desta terça-feira, 15 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Na sessão desta terça-feira (15), o plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou o Projeto de Lei 230/2020, de autoria do vereador Petras Vinícius (Democratas), que institui o Programa Faixa Liberada para prática esportiva.

A proposta prevê interdição da Rua Raimundo Leão de Moura, no trecho entre a Rua Antônio Vieira de Sá e a Avenida Diocesana, no bairro Nova Betânia, para corrida de rua. Atende pleito de praticantes da modalidade.

“Com isso, criaremos mais espaço para prática esportiva em Mossoró. Temos o dever de zelar pela saúde dos mossoroenses e criar espaços que incentivem as pessoas a cuidar da saúde, com o esporte”, justifica.

O parlamentar agradece aos vereadores e vereadoras que votaram a favor do projeto, aprovado por unanimidade, em regime de urgência especial. A matéria será enviada à Prefeitura para sanção ou veto. Em caso de veto, cabe ao legislativo a palavra final sobre manutenção ou derrubada do eventual veto do Executivo.

Aprovado projeto em benefício a pessoas com autismo

por Regy Carte publicado 15/12/2020 15h08, última modificação 15/12/2020 15h08
Proposta torna o laudo médico pericial que ateste o Transtorno do Espectro Autista (TEA) com validade indeterminada
Aprovado projeto em benefício a pessoas com autismo

Mesa da Câmara na sessão desta terça-feira, 15 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou, hoje (15), o Projeto de Lei 231/2020, que torna indeterminada a validade do laudo médico pericial que ateste o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Aprovada em regime de urgência, por unanimidade, a proposta é de autoria do vereador Petras Vinícius (Democratas). Segundo ele, atende reivindicação de representantes de pessoas com autismo.

“O sistema de saúde do município de Mossoró”, justifica Petras, “não possui profissional médico habilitado, um neuropediatra, que possa consultar essas pessoas sem custo”.

Exigência

Conforme o vereador, famílias cujos filhos possuem TEA e usam o sistema de saúde e de educação precisam do laudo, a fim de comprovar e dispor de atendimento especializado. É o caso de auxiliar em sala de aula.

“O autismo é uma doença de caráter permanente. Portanto, injustificável que esse laudo médico ainda tenha validade. Ainda mais quando são exigidos laudos atualizados para a comprovação do transtorno”, diz.

Possuir laudo com validade indeterminada, segundo ele, ajudará ainda mais pessoas que possuem TEA e seus familiares. “Agradeço aos colegas vereadores pela sensibilidade à causa e apoio ao projeto”, conclui.

Com aprovação na Câmara, o projeto segue à Prefeitura para sanção ou veto. Em caso de veto, cabe ao legislativo a palavra final sobre manutenção ou derrubada do eventual veto do Executivo.

Petras Vinicius defende projeto “Faixa Liberada” para atividade esportiva

por Amanda Santana Balbi publicado 15/12/2020 12h23, última modificação 15/12/2020 12h23
Vereador argumentou que esporte é saúde e sua proposta não cria nenhuma despesa para o município
Petras Vinicius defende projeto “Faixa Liberada” para atividade esportiva

Vereador Petras durante sessão ordinária desta terça. Foto: Edilberto Barros

Com o argumento de que é preciso responder com trabalho a confiança depositada pelo povo que o elegeu, o vereador Petras Vinícius (DEM) defende aprovação de projetos. Preocupado com a reta final da atual legislatura, o vereador solicitou urgência para apreciação e votação de vários projetos de sua autoria.

Em destaque, Petras lembrou da proposta que amplia as atividades esportivas na cidade de Mossoró. “Eu peço a aprovação do Projeto – Faixa Liberada; que tem como objetivo abrir mais um espaço nos moldes da Avenida Rio Branco, exclusivamente para atividades esportivas”, explicou. Na sua proposta o vereador sugere a Rua Raimundo Leão de Moura, trecho entre a Rua Antônio Vieira de Sá e Avenida Diocesana, no bairro Nova Betânia, para abrigar o novo espaço.

Além de melhorar a qualidade de vida das pessoas que teriam um espaço para a sua prática esportiva, o vereador Petras Vinícius lembrou que sua proposta nasceu de um grupo de pessoas que praticam a corrida de rua. Seria, entende ele, uma maneira do próprio município, sem nenhum custo, apoiar e ampliar o movimento. “Nós temos um dever a zelar pela saúde dos mossoroenses e criar espaços de prática esportiva que incentive cada dia mais as pessoas a cuidarem da saúde”, concluiu Petras. Na proposta, ele lembra ainda que o espaço oferecerá a segurança necessária para as pessoas poderem caminhar, pedalar ou praticar qualquer outra modalidade.

Francisco Carlos defende projeto para educação rural

por Amanda Santana Balbi publicado 15/12/2020 12h21, última modificação 15/12/2020 12h21
Projeto foi discutido na sessão ordinária desta quarta-feira (15/12)
Francisco Carlos defende projeto para educação rural

Vereador Francisco Carlos na sessão ordinária. Foto: Edilberto Barros

O vereador professor Francisco Carlos (PP) discursou, na manhã desta quarta-feira, 15, a favor da aprovação de um projeto de lei que determina a contratação de professores formados em educação no campo, para a zona rural de Mossoró. Para o vereador, o projeto trará benefícios tanto para os estudantes como para a prefeitura de Mossoró.

O projeto, de autoria do próprio vereador, acrescenta o Artigo 12-A, à Lei N° 3.677/018, que institui a Política Municipal de Educação para o Campo no âmbito da Rede Municipal de ensino. O artigo determina que a docência nas escolas do campo será exercida por profissionais portadores de diploma de Curso Superior de Licenciatura Plena em Educação do Campo, Pedagogia da Terra ou curso com características semelhantes a estes, que tenham por objetivo o desenvolvimento de competências e habilidades específicas para a educação no meio rural.

  “Para encarar os desafios do ensino na zona rural, é indispensável a presença de professores especificamente formados para enfrentar esses desafios. Nesse sentido, considerando que a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) oferta um curso de “Licenciatura Plena em Educação do Campo”, podemos entender que é possível avançarmos na qualificação da educação das comunidades campesinas, já que a região dispõe de profissionais devidamente qualificados, não havendo razão para retardarmos a adoção de medidas, em termos de política educacional, que certamente implicarão na melhoria da qualidade do ensino”, justificou Francisco Carlos.

O vereador também afirma que a contratação de professores formados em educação no campo será também melhor para a prefeitura. “Eles já serão contratados sabendo que trabalharão na zona rural, isto facilitará a lotação para a prefeitura. É um projeto que beneficia os estudantes, as comunidades da zona rural de Mossoró, os professores e a prefeitura”, explicou.

Câmara de Mossoró reforça sistema antincêndio

por Regy Carte publicado 10/12/2020 11h47, última modificação 10/12/2020 11h47
Legislativo faz recarga e instalação de novos extintores
Câmara de Mossoró reforça sistema antincêndio

Bombeiro civil Alex Barros instala extintor na recepção da Câmara (foto Regy Carte/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró realiza mais um ciclo de manutenção do sistema antincêndio da Casa, com recarga e instalação de novos extintores. Agora, são 36 equipamentos de combate a chamas, distribuídos nos quatro pavimentos da sede do Legislativo – eram 20 extintores há quatro anos.

O bombeiro civil Alex Barros, técnico de segurança da Câmara, informa que a recarga dos extintores é feita em dia (anualmente) e adequada a cada ambiente do prédio: 13 com água, 11 com pó químico e 12 com CO2. “Dessa forma, a Câmara age com responsabilidade e segurança”, frisa.

Tanto que, segundo ele, na atual recarga, verificou-se a necessidade de mais quatro extintores com CO2 – e a Câmara fez a compra. “Os extintores à base de dióxido de carbono (CO2) são indicados contra incêndios de líquidos inflamáveis e equipamentos eletrônicos, estes muito presentes no plenário e na TV Câmara, por exemplo”, observa.

A presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB), avalia como mais um avanço para a Câmara o cuidado com os extintores. Lembra que, em gestões anteriores, equipamentos perdiam a validade e eram insuficientes. “Também substituímos toda a instalação elétrica da Câmara. A anterior era antiga e ensejava risco de curto circuito e incêndios”, diz a vereadora.

Ações contra o coronavírus são destaque na Audiência Pública da Saúde

por Amanda Santana Balbi publicado 09/12/2020 16h30, última modificação 09/12/2020 16h31
Audiência foi realizada na tarde desta quarta-feira (09/12)
Ações contra o coronavírus são destaque na Audiência Pública da Saúde

Audiência pública da Saúde. Foto: Edilberto Barros

A Secretaria Municipal de Saúde realizou, na tarde desta quarta-feira (09/12), uma audiência pública para fazer a prestação de contas dos investimentos na saúde do município. A reunião foi realizada de forma virtual e transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró.

Durante a audiência,  Saudade Azevedo, secretária municipal de saúde, apresentou os investimentos realizados em Mossoró. Com destaque, os investimentos realizados para combater a pandemia do novo coronavírus.

“Fizemos orientações sobre a importância do distanciamento e medidas de higiene, distribuímos máscaras para a população, além da realização dos testes rápidos em drive thru e a adequação de Unidades Básicas de Saúde para receber os pacientes”, explicou Saudade.

 A secretária destacou ainda que, apesar da pandemia e das ações voltadas para o combate à doença, a Secretaria Municipal de Saúde continuou dando andamento a outros projetos. “Demos continuação ao Consultório na Rua, fizemos campanhas de vacinação e reformamos UBS”, explicou.

Em relação às UBS, a secretária destacou a construção e reforma da UBS Mário Lúcio, da UBS Santa Júlia e da UBS localizada no Jardim das Palmeiras.

Além da secretária municipal de saúde Saudade Azevedo, participaram da reunião a secretária executiva Joaniza Vale, a presidente da Câmara Izabel Montenegro (MDB) e os vereadores Petras (DEM) e Ozaniel Mesquita (DEM).

Ráerio Araújo critica gestão da prefeitura

por Amanda Santana Balbi publicado 09/12/2020 12h38, última modificação 09/12/2020 12h38
Vereador fez questionamentos de ações que estão ocorrendo no final do mandato
Ráerio Araújo critica gestão da prefeitura

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros

Raério também questionou o projeto de lei, encaminhado pela prefeitura de Mossoró, que visa tornar democrática a escolha dos gestores das escolas municipais. Para o vereador, é estranho, após tantos anos no poder, a prefeita Rosalba encaminhar um projeto que há tempos evitava aprovar e que já tinha sido pedido por entidades da educação e vereadores.

Outro fato que causa estranheza, de acordo com Raério, é a dificuldade que a atual gestão está provocando para poder liberar documentos para a transição. “O novo prefeito vai assumir daqui a 20 dias e estão dificultando a transição. Isso é um absurdo. A cidade é do povo e não de meia dúzia de pessoas”, afirma.

Iluminação

Sobre a área rural de Mossoró, Raério destacou a falta de iluminação no Jucuri. “São ruas inteiras sem nenhuma lâmpada. Com o dinheiro arrecadado pela prefeitura, daria para iluminar as ruas três vezes”, protestou. O vereador denunciou ainda a falta de médicos para atender a população da zona rural.

Cultura

E em relação a lei Aldir Blanc, Raério questionou a escolha realizada pela prefeitura, dos que tem direito aos recursos, e exigiu transparência no processo de escolha. “Circos e alguns artistas ficaram de fora ou receberam muito pouco”, disse.

Educação

 Raério Araújo encerrou o pronunciamento falando sobre a falta de recursos para a educação em Mossoró. “Corremos o risco de, no próximo ano, não recebermos recursos, porque a prefeitura não fez a prestação de contas necessária”, afirmou.

João Gentil faz discurso de despedida na Câmara

por Amanda Santana Balbi publicado 09/12/2020 12h21, última modificação 09/12/2020 12h21
Vereador relembrou pautas defendidas pelo mandato
João Gentil faz discurso de despedida na Câmara

Vereador João Gentil. Foto: Edilberto Barros

O vereador João Gentil (REDE) fez um discurso de despedida, durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 09. O vereador optou por não disputar a reeleição em 2020, e está encerrando o mandato no dia 31 de dezembro.

Relembrando as principais pautas defendidas no mandato atual João Gentil destacou quase mil proposições, realizadas por ele, em prol do mossoroense. “Também destaco algumas ações a favor do meio ambiente e desenvolvimento sustentável, como a mudança da lei orgânica de Mossoró, onde colocamos que as empresas precisam apresentar licença ambiental, além de melhorias no parque municipal e ações para a preservação do rio Mossoró, tão importante para nossa cidade”, disse.

O vereador finalizou o pronunciamento afirmando que continuará lutando para defender o desenvolvimento sustentável da cidade, e a preservação da fauna e flora.

 

Petras solicita reforma de praças de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 09/12/2020 12h19, última modificação 09/12/2020 12h19
Cobrança é antiga, afirma o vereador
Petras solicita reforma de praças de Mossoró

Vereador Petras durante sessão ordinária desta quarta. Foto: Edilberto Barros

O vereador Petras (DEM) utilizou a tribuna da Câmara, na manhã desta quarta-feira, 09, para cobrar mais uma vez obras que não foram executadas na atual gestão, e que são frutos de constantes solicitações do mandato dele junto à prefeitura.

Petras lembrou a necessidade da reforma de três praças de Mossoró: a Praça da Pirâmide, a Praça do Sadi e a Praça Antônio Miranda. “São três praças que há tempos cobramos a reforma, porém nesses quatro anos, nada foi feito”, afirmou.

A população que vive próximo a estes equipamentos públicos e que utiliza as praças para lazer e prática de esportes reclama, afirma Petras. “Através do nosso gabinete nas ruas, de nossas visitas aos bairros nestes 4 anos de mandatos, fomos muito cobrados e cobramos da prefeitura. O mandato está encerrando, mas ainda há tempo de iniciarem as obras”, disse.

Petras aproveitou o pronunciamento para agradecer o apoio recebido nestes quatro anos de mandato como vereador e afirmou, que apesar de não reeleito, continuará lutando em prol da população. “Continuarei nas ruas, trabalhando em prol do povo, e continuarei cobrando junto aos órgãos públicos as melhorias que a sociedade tanto clama. Porque trabalhar para o povo é o que me gratifica”, encerrou.

Francisco Carlos defende aperfeiçoar educação no campo

por Regy Carte publicado 09/12/2020 11h35, última modificação 09/12/2020 11h35
Intenção é assegurar professor com formação específica na zona rural
Francisco Carlos defende aperfeiçoar educação no campo

Vereador Professor Francisco Carlos faz pronunciamento sobre educação, na sessão de hoje, 9 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (9), o vereador Professor Francisco Carlos (PP) defendeu aprovação de emenda à Lei 3.677/2018, de autoria do seu mandato e que institui a Política Municipal de Educação do Campo.

O aperfeiçoamento é previsto no Projeto de Lei 233/2020, também de sua autoria e que acrescenta nova redação à Lei 3.677/2018. Segundo ele, a intenção é melhorar a educação no campo para assegurar, na zona rural, professor com formação específica.

Nova redação

Conforme a proposta, a docência nas escolas do campo será exercida por profissionais portadores de diploma de Curso Superior de Licenciatura Plena em Educação do Campo, Pedagogia da Terra ou curso com características semelhantes.

“A partir da promulgação desta lei, os concursos ou seleções públicas para contratação de docentes das escolas do campo exigirá diploma de curso superior com as características mencionadas. Os concursos ou seleções públicas para contratação de docentes das escolas do campo especificará, separadamente, as vagas destinadas as unidades educacionais localizadas no campo e na cidade”, propõe o projeto.

Ainda conforme a proposta, em caso de não aprovação de candidatos com diploma de Curso Superior de Licenciatura, o Poder Executivo poderá preencher as vagas com aprovados em concurso, portadores de diplomas de outras licenciaturas, atendidas as devidas especificidades. Também assegurada a permanência do atual quadro de lotação das escolas do campo, conforme desejo manifesto dos seus professores.

Benefícios

Segundo Francisco Carlos, a mudança evitaria possível designação de professor para o campo, sem que o profissional deseje ir à zona rural ou não tenha formação específica. E a Prefeitura ainda precisa que pagar o deslocamento do profissional.

“Portanto, é bom para o aluno, que contaria com educação mais específica. Reduziria custos à Prefeitura com deslocamento e beneficiaria os profissionais da área”, justifica o vereador, que apresentaria requerimento de urgência para votar o projeto nesta quarta-feira, mas não houve quórum para votação.

Alex Moacir assegura continuidade de trabalho

por Regy Carte publicado 09/12/2020 11h29, última modificação 09/12/2020 11h29
Demandas continuam, segundo ele, independentemente do resultado da eleição
Alex Moacir assegura continuidade de trabalho

Vereador Alex Moacir em discurso na tribuna, na sessão desta quarta-feira, 9 (foto:Edilberto Barros/CMM)

O vereador Alex Moacir (PP) destacou a continuidade dos serviços públicos do Município, em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (9). Citou, como exemplo, manutenção do asfalto de várias ruas e serviços na zona rural, como recuperação de estradas vicinais.

“As demandas da população continuam, independentemente do resultado da eleição. Da mesma forma que permanece o trabalho dos 21 atuais vereadores. Não fui candidato, mas é meu dever continuar o trabalho, porque o mandato segue até o dia 31 de janeiro”, frisou.

Na Câmara, o parlamentar propõe esforço para sessões até os últimos dias do ano, a fim de votar projetos que considera importantes para Mossoró. É o caso, segundo ele, da expansão do perímetro urbano para atrair mais investimentos e gestão democrática nas escolas.

Para Alex Moacir, esses e outros projetos do Executivo, somado a propostas dos vereadores, justificam agenda parlamentar até o limiar do recesso do plenário, a partir do dia 23. “Portanto, manteremos o compromisso a nós delegado pelo povo até fim do mandato”, assegura.

Sandra Rosado ressalta projeto de lei para educação municipal

por Amanda Santana Balbi publicado 08/12/2020 13h10, última modificação 08/12/2020 13h10
Projeto pretende tornar democrática a escolha dos gestores das escolas
Sandra Rosado ressalta projeto de lei para educação municipal

Sessão ordinária desta terça-feira. Foto: Edilberto Barros

“A educação sozinha não pode transformar a sociedade, tão pouco sem ela a sociedade muda”. Citando o educador Paulo Freire, a vereadora Sandra Rosado (PSDB) iniciou pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 08, na Câmara Municipal de Mossoró, onde defendeu o projeto de lei enviado pela prefeitura, que visa realizar de forma democrática a escolha dos gestores das escolas públicas municipais.

 A vereadora destacou que, durante todos os mandatos eletivos que exerceu, a educação sempre foi prioridade. “E é por este motivo que quero ressaltar a importância do projeto idealizado pela prefeitura de Mossoró, e que deve ser votado nesta casa nos próximos dias. Pois sei que a gestão democrática escolar só trará benefícios aos pais, professores e estudantes”, afirmou.

Para a vereadora, o projeto trará mais participação da sociedade, dos pais e dos estudantes na educação municipal. “A gestão democrática é mais um instrumento que atende os princípios coletivos”, finalizou. Pela proposta, os gestores das unidades educacionais serão escolhidos pela comunidade escolar por meio do voto

 

 

Câmara aprova oito emendas ao Orçamento de Mossoró

por Regy Carte publicado 08/12/2020 13h02, última modificação 08/12/2020 13h02
Legislativo votou Lei Orçamentária Anual em dois turnos, hoje (8)
Câmara aprova oito emendas ao Orçamento de Mossoró

Trabalho da Mesa Diretora na votação da LOA, nesta terça-feira, 8 (foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou, hoje (8), o Orçamento da Prefeitura para 2021 (Projeto de Lei do Executivo 1.238/2020). Em votação em dois turnos, após quatro sessões (uma ordinária e três extraordinárias), o plenário concluiu a análise da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o próximo ano, e aprovou o projeto, com oito emendas.

São quatro emendas do vereador Gilberto Diógenes (PT): reserva de recursos para políticas de promoção à igualdade racial; criação e funcionamento do Conselho Municipal de Políticas Públicas de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais; apoio à mulher do campo e apoio às feiras de agricultura familiar e de economia solidária.

Do vereador Genilson Alves (Pros), são três emendas aprovadas – aquisição de unidade móvel de esterilização de animais (castramóvel); auxílio à manutenção do Lar da Criança Pobre e auxílio à manutenção do Instituto Amantino Câmara. A oitava emenda aprovada é da vereadora Izabel Montenegro (MDB): instalação da Agência do Trabalhador no bairro Santo Antônio.

Trâmite

Com a aprovação em dois turnos, a Câmara enviará o projeto da LOA à Prefeitura, a qual tem opção de acatar as emendas e sancioná-lo (transformar o projeto em lei), ou vetar parcial ou totalmente as alterações. Em caso de veto, a LOA retornaria à Câmara, que tem a palavra final (manter ou derrubar eventuais vetos).

A LOA terá força de lei, após sancionada e publicada no Jornal Oficial de Mossoró (JOM). O projeto estima o Orçamento da Prefeitura de Mossoró para 2021 em 689 milhões, dos quais 53% para Saúde e Educação: R$ 204 milhões e R$ 160 milhões, respectivamente, e R$ 71 milhões para Infraestrutura e Urbanismo – terceira área do Município com maior orçamento.

Ozaniel Mesquita cobra limpeza de lagoa e segurança

por Sérgio Oliveira publicado 08/12/2020 11h12, última modificação 08/12/2020 11h12
Poluição afeta Faculdade de Medicina e a insegurança em unidades de Saúde
Ozaniel Mesquita cobra limpeza de lagoa e segurança

Vereador Ozaniel Mesquita em pronunciamento na sessão desta terça-feira, 8 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Poluição e insegurança deram o tom do pronunciamento do vereador Ozaniel Mesquita (DEM), durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Mossoró, na manhã da terça-feira, 08 de dezembro. No primeiro momento, ele se referiu à poluição de uma lagoa próximo à Faculdade de Medicina e, no segundo caso, fez referência aos problemas registrados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), com registro de violência contra servidores.

Devido à gravidade do problema, em relação à lagoa, o vereador Ozaniel solicitou em plenário que a Secretaria competente da Prefeitura de Mossoró possa apresentar um olhar especial no sentido solucionar o caso. “No local próximo à Faculdade de Medicina, a lagoa encontra-se poluída, com água acumulada, muita lama e mato. Lembrando ainda que tudo isso encontra-se também próximo ao Hospital Regional Tarcísio Maia, o que aumenta a gravidade do problema”, comentou. O apelo do vereador foi direcionado à Secretaria Municipal de Infraestrutura, sugerindo, inclusive, um estudo para a possibilidade de aterramento da lagoa.

Segurança

Em relação à falta de segurança nas UBS, o vereador narrou um caso recente, quando servidores foram agredidos por pacientes na unidade do bairro Aeroporto. Para evitar que novas agressões físicas venham acontecer, sugere Ozaniel Mesquita, que a Guarda Municipal seja designada para fazer a segurança, não só das UBS, como também de outros equipamentos públicos. Lembrou o vereador que esse é um pleito antigo e não pode mais esperar.

Aline Couto denuncia irregularidade no Programa do Leite

por Regy Carte publicado 08/12/2020 11h07, última modificação 08/12/2020 11h07
Vereadora relata destinação ilegal e desorganização no programa
Aline Couto denuncia irregularidade no Programa do Leite

Vereadora Aline Couto discursa na sessão desta terça-feira, 8 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (8), a vereadora Aline Couto (PSDB) voltou a cobrar do Governo do Estado melhoria no Programa do Leite. Ela relatou novas reclamações dos beneficiários, como mudança de locais de entrega, sem aviso prévio.

“Por que retirar a entrega do Conjunto Wilson Rosado para o conjunto Redenção, embora o Wilson Rosado tenha equipamentos públicos para distribuição? Por que mudar do bairro Paredões para o Centro?”, questiona, ao relatar situações semelhantes em outros bairros.

Aline Couto diz haver também reclamação quanto à qualidade do leite. “Há relatos que, quando é fervido, o leite não serve ao consumo”, diz a vereadora, ao defender ampla reorganização do Programa do Leite em Mossoró, haja vista sua importância à população carente.

Cobrança

“Que o Governo do Estado respeite a população de Mossoró. Um programa social dessa envergadura não pode ser tratado como moeda eleitoreira. Numa cidade com tantos problemas, que pelo menos o Programa do Leite seja executado com mais eficiência”, cobra.

Por fim, lançou dúvidas quanto ao destino do leite excedente. “Para onde vai o leite não distribuído? Para sorveterias, mercearias, trocado por outros produtos”, denuncia a vereadora, ao pedir apuração dos órgãos competentes e punição aos envolvidos e responsáveis.

Ações do documento